GislaneEducadora - Ipê Verde Vespertino

    Uma das primeiras coisas que notei na Gi foi: como essa mulher tem um abraço gostoso! Depois, com o passar do tempo, sua destreza criativa e inventiva foi o que mais me chamou atenção. A disposição para fazer tantos materiais legais para a nossa escola. Mas Gi também tem disposição pra muitas outras coisas, como: uma conversa franca no corredor, um ‘conte comigo’ e um ‘é pra já’ que fazem toda a diferença. Aprendi a respeitar e a admirar não apenas o seu trabalho, mas a sua capacidade de “tô pro que der e vier’, sua disponibilidade para abraços acolhedores e que vão muito além da dimensão física! – Dressa,  ex-educadora do Ipê Amarelo.

    Licenciada em Pedagogia no ano de 2014 pela Faculdade Jesus Maria José. Pós-graduanda cursando especialização em Letramento Informacional pela Universidade Federal de Goiás – UFG (2017). Atua como Educadora Social Voluntária no acompanhamento pedagógico de criança diagnosticada com TDAH pela Secretaria de Educação do Distrito Federal – SEEDF (2017). Cursando língua estrangeira (espanhol) pelo Centro Interescolar de Línguas de Ceilândia – CILC. Experiência como monitora de classe e extraclasse; pedagoga no acompanhamento pedagógico de contraturno escolar; auxiliar pedagógico da coordenação do curso de pedagogia da faculdade FAJESU. Cursos, seminários e congressos na área de educação: Comunicação e escrita (2010); Contextualização dos parâmetros linguísticos em língua portuguesa – suporte redacional (2010); Gestão de projetos; Organização de eventos – cerimonial e protocolo (2010); Preparação para auxiliar de classe – o fazer pedagógico na pedagogia da interação expressiva com o foco nas interrelações e o lidar com os alunos (2011); Sala Day: viva a experiência (2015); Congresso do Futuro: democracia, comunicação e progresso no mundo digital e sustentável (2016); Simpósio Internacional de Educação à Distância: trajetórias e perspectivas da EAD no Brasil e no Mundo (2016); Seminário – Educação, Política e Democracia (2016); I Seminário Mídias, Educação e Linguagens Audiovisuais: perspectivas para o audiovisual na educação básica do Distrito Federal (2016).