Dara LaísEducadora - Ipê Roxo Vespertino

    Eu sou graduanda na Universidade de Brasília, vim do curso de ciências sociais entretanto me desconectei do curso. A todo momento tive a crença que a vida é um eco, se nós não estamos gostando do que estamos recebendo observe o que você está emitindo, então, fui em vários estados procurando um significado para tudo, abandonando o medo e aceitando o amor em busca de resposta. Depois de alguns meses, descobri que ser livre é se amar, é mergulhar cada dia mais em mim mesma, se encher por inteiro e depois se transbordar, se vazar e ser feliz. Me encontrei na pedagogia um tanto realizada, sou uma mulher de espírito livre e por isso sinto que navego por cada especificidade, particularidade e personalidade de cada criança, assim como gosto de viajar trazendo elementos para práticas pedagógicas para os alunos. Esse é meu primeiro estágio e é incrível em como a cada aula no Céu de Brasília você se ressignifica de uma maneira diferente, como se renascesse a cada novo dia, sempre amando sem exigir, escutando sem atacar e falando sem ofender, não faço para o outro o que eu gostaria que fizesse para mim mas faço para o outro, aquilo que o outro, sendo assim como ele é, estando no momento de vida que elx está, estando na faixa etária que elx está, gostaria ou precisaria que fizesse para ele, porque a gente planta na infância no Céu de Brasília e colhe na vida adulta.